Eu já participei!

BARRA_JAPARTICIPEI

DEP_LU

Luisa Panico • 6ª edição – julho de 2011

“Participar do programa de intercâmbio foi, sem dúvida, uma das experiências mais interessantes que vivi durante a faculdade. Entrar em contato com o cotidiano dos Poderes Executivo e Legislativo, notadamente em seu ponto de interface, é tanto enriquecedor quanto necessário, principalmente em meio ao  foco excessivo dado ao Poder Judiciário pelo ensino jurídico brasileiro. O programa de intercâmbio convida e incentiva jovens engajados a olhar de perto o tão fundamental processo político, elemento central da construção social, apesar de frequentemente subestimado nos dias de hoje.”

Noëlle da Silva • 7ª edição – janeiro de 2012

“O intercâmbio foi um experiência muito enriquecedora para a minha vida acadêmica e pessoal. Além de poder conhecer de perto o funcionamento do Poder Executivo e do processo de elaboração de leis, o intercâmbio também promove trocas culturais com participantes de diversas regiões do país. A participação no programa me motivou a pesquisar a Presidência da República, e a Casa Civil foi objeto de pesquisa do meu mestrado em Ciência Política. Sem dúvida, é uma ótima oportunidade de adquirir conhecimento com pessoas altamente qualificadas da Presidência, trocar experiências e fazer novos amigos. Eu recomendo.”

Bruce Leal do Nascimento • 9ª edição – janeiro de 2013

“A experiência do Programa de Intercâmbio SAL/SAJ foi, inegavelmente, uma das melhores que tive, tanto durante o período da graduação, quanto como cidadão, e isso se deu em decorrência de sua ótima programação, preparada com carinho, nos permitindo conhecer um pouco do funcionamento de toda a máquina Executiva, Legislativa e Judiciária do centro político do Brasil. Vemos como se dá na prática o que aprendemos na faculdade teoricamente. É uma oportunidade única que só quem vivenciou consegue descrever e é impossível não se tornar uma pessoa mais interessada e atenta aos assuntos políticos do país depois dessa experiência engrandecedora.”

DEP_IVAN

Ivan Candido da Silva de Franco • 10ª edição – julho de 2013

“Fiz o Programa de Intercâmbio SAL/SAJ por imaginar que seria uma oportunidade única de conhecer com profundidade a forma como as leis são feitas. Além disso, gostaria de conhecer mais de perto a Administração Pública Federal. Em uma experiência de duas semanas, poderia ter contato com universos que, embora relacionados à minha área de formação e de pesquisa, não são explorados com profundidade nos currículos universitários. Minhas expectativas foram satisfeitas, pois ficamos imersos na realidade da elaboração normativa com enfoque no Poder Executivo, e em diálogo com o papel do Legislativo no processo. Como pontos altos desse Programa, eu destacaria dois: as visitas técnicas aos órgãos, quando podíamos entender as rotinas administrativas e principais pautas encampadas pelos setores, e o Curso de Elaboração Normativa, que demonstrou a complexidade do processo legislativo brasileiro e de como esse desenho institucional influencia nas leis produzidas.”

Pollyana Martins Pacheco dos Santos Lima • 10ª edição – julho de 2013

“Profissionalmente, por duas semanas estive imersa em um tema que sempre me agradou, mas que na faculdade de direito normalmente não estudamos muito: elaboração de políticas públicas. Numa abordagem multi-temática, o intercâmbio SAL/SAJ nos levou para diversas secretarias e ministérios a fim de aprendermos mais sobre temas chave- como políticas de desigualdade racial, proteção da criança e adolescente ou participação social. A ideia de aprendermos não só mais sobre esses temas, mas também sobre como abordá-los e como estruturar projetos para discuti-los foi, sem dúvidas, essencial para minha formação como jurista. De um ponto de vista pessoal, esse intercâmbio mudou minha visão sobre funcionamento do serviço público : foi mais do que um prazer ver tantas mulheres (fortes) e tanta gente jovem trabalhando na SAL/SAJ e outras secretarias, dando tanto de si para fazer um governo mais democrático.  Acho que a melhor palavra para definir esse intercâmbio é inspirador“.